terça-feira, 29 de abril de 2008

Contra operaçom

Já levava tempo pensando em fazer algumha cousa com esta cançom dos Móveis e, além do começo da operaçom biquíni, agora o Kaplan, que se fai querer e por isso lhe toca apandar com estas cousas, oferece-me a ocasiom e a desculpa perfeita.




Você tem alergia, micose, passa mal
E toma sempre um Melhoral
A crescente agonia do ser denuncia
O seu cheque especial

Três por cento sobre a taxa de seguro total
Lhe parece ser banal
Acrescente Elysée Belt à lista de natal
E dá mais de três mil pau
No cheque especial

São tantas coisas pra lembrar
Tantos filhos pra criar
E dá-lhe xampu anticaspa
E dois comprimidos pra jantar

Não esqueça o perfume da mulher que tu tem
Nem procure desculpa
Pra dizer à sua filha que o Noel não vem
Papai Noel não vem
Deixe de lado o jogo de facas do seus sonhos
E vá buscar seu cachorro no cabeleireiro

Não esqueça a data de vencimento
Não esqueça o dia de casamento
Não esqueça o presente de sua cunhada
E perca peso agora
Perca peso agora

Se hoje seu café amanheceu gelado
Se hoje sua mulher dormiu do lado errado
Podia estar mal, mas está pior
E a tendência é se agravar
É melhor se engravatar

E eis que faltou
Aquele motivo pra pirar
Mas não há com que se preocupar
A sua hora vai chegar
E você vai se encontrar

Bebe água, dorme, não troca a cueca
Acorda e defeca e amém
Olha, gosta, compra
E perde, vende, troca ou aluga
E sua calvície nasce prematura
Como você se atura
Cueca não se troca, bêbado se dorme
Decora e afeta sua men-te
Ira, tira, tora a tara, atura

Não esqueça a mulher do perfume, tenta o quê?
Nem procure sua filha
Pra dizer que o Noel, desculpa, não vem
Me desculpa, ele não vem
Deixa seus sonhos de lado e use as facas para o jogo
E vá morar com o cabeleireiro, seu cachorro

Esqueça o vencimento da data
Esqueça o casamento da chata
Esqueça a cunhada de seu tormento
E perca peso agora
Perca peso agora


4 comentários:

Sun Iou Miou disse...

Non é por amolar, pero se perdo mais peso, como fago logo para pulsar as teclas do ordenador? E o biquini, cólgoo das orellas?

Kaplan disse...

mola!

La queue bleue disse...

Tranqui, Sun, hai mto mais polo que se sentir mal, pinta o cabelo, opera as tetas, ou se preferes algo menos cantoso também podes sacrificar algumha outra cousa da vida, meter-te n1 hipoteca a 50 anos, tomar antidepressivos, ansiolíticos ou fazer 1 sessom de maratoniana de comédias românticas e inchar-te a gelado de chocolate com nozes de madacámia... e assim por fora, minha querida.
Para o do biquíni, a soluçom está no nudismo(como bem recomenda o link).

La queue bleue disse...

Alegro-me muitão de que che mole, Kaplan. ;)