quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Your message has been sent.


Hai algo de inquietante nos e-mails nom respondidos. Como quem passa a vida lançando botellas ao mar ou ondas de rádio ao universo.
E recebê-los... será como gravar psicofonias?






[A foto é do meu quarto na rési em Edinburgh. É claro que o da orden y concierto nom é o meu. Mas eu gosto :) .]

5 comentários:

xurxocimadevila disse...

eu creo que nom contestei um mail desa tempada atras, e agora tenho umha dubida esistencial de se som umha psicofonia ou nom. ainda que hoje nom creo que amanhe esa dubida metodica porque estou sem durmir e ja nom sei moi bem nim o que estou a escribir... ja nom sei se hai um dianho maligno que me engana ou nom. e todo por um esame de ciencia politica II... tocallo carallo!

X disse...

Debo de ser a psicofonía de alguén.

La queue bleue disse...

Ai Xurxinho! Era 1 reflexom geral, nom particular! ;)
Ánimo cos exames e os dianhos.
X, entom afinal resulta que todos somos um pouco psicofonias...

XurxoCimadeVila disse...

sempre tendo a crer q todos me falam a min.. "es mentira que el ombligo del mundo no soy yo" q diria sabina.

La queue bleue disse...

:)
É normal, a mim tb me acontece o mesmo! E juraria que a todo o mundo.
Afinal nós somos a nossa vara de medir para o mundo.
E conto-che um segredo, os posts já vam com essa intençom, que o receptor, seja ele quem for, se sinta aludido :P.
Portanto, és um leitor óptimo! ;)