quarta-feira, 14 de novembro de 2007

A louça

Eu nom sei para que estudei umha carreira se do que realmente gosto é de lavar a louça.
Relaxante, gratificante, até divertido...
Um bálsamo, um gosto, umhas musiquinhas de fundo, um estropalho decente, com parte "salvauñas" e parte bem áspera e dura, claro; outro de alumínio por se as cousas se ponhem difíceis) e a gozar.
No final, certamente, deixar o fregadeiro bem limpinho.



Mmmmmmmmmmmmmm!

Claro que se o fixesse todos os dias... talvez deixasse de ser um prazer.

(:-O Que drama! )


[Imagem]

2 comentários:

o viajante disse...

o final da estória é um final feliz.

La queue bleue disse...

Ainda bem :P
"E viveram felizes para sempre". ;)