segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Som de natural desmemoriada e, ainda pior, ponho pouca atençom nas cousas por puro desleixo. Quase esqueceria o meu aniversário se nom fosse porque nom gosto de fazer anos. Mas nom é, ou nom só, por vaidade, senom por que me cai enriba todo o que teria que estar vivendo à minha idade ou que já deveria ter vivido e que n-a-d-a.


Nem traças.
(Como um relógio de areia que escapa entre as maos.)


[Imagem]

9 comentários:

Kaplan disse...

pois parabéns, moitos!! (agora só resta saber cantos máis de 15 son ;-)

La queue bleue disse...

Vês? Assi com parabenzinhos já dá mais jeito o de fazer anos :P Gracíssimas! :)
Pero em realidade ainda nom é até dentro de 2 dias, mas tivem que fazer 1 post por se me esquecia :P

Sun Iou Miou disse...

Pronto, entón eu que viña a te dar os parabéns ou para-o-que-der non dou. Está por ver se mañá me lembra. De todas formas, eu que tamén non celebro nunca os meus aniversarios (por preguiza, non porque non me guste facelos, que me encanta) imaxino que os peores de todos deben ser os cabodanos.

La queue bleue disse...

Passado-manhã :P
A mim dá-me umha certa angustia greco-latina carpediemtempusfugit mas celebrar celebro quando lhe quadra, ainda que entre preguiça e desleixo, quadra-lhe pouco.

condado disse...

Angustia?
Cuantos más se tienen más se celebran

http://www.mamalisa.com/mp3/las_mananitas.mp3

La queue bleue disse...

Pois si, Condado, isso mesmo penso eu. Na teoria. Que depois na práctica como no fondo som humana nom podo controlar de tudo as sensaçons que me assaltam. ;)
E gracíssimas polo link! Baixei o mp3 e hei-no de escuitar, como corresponde, no dia tal. :)

condado disse...

... como no fondo son humana...
Boh!

paideleo disse...

Parabéns atrasados !.

La queue bleue disse...

Gracíssimas, paideleo. :)