sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Actas, notas y diligencias



1. Começar o ano cumha gastroenterite galopante e umha viagem quase-agônica...
2. Agora tentarei pôr em dia as leituras dos blogs de cabeceira, intoleravelmente abandonados.
3. Mimadrinha, tanta cousa por comentar descomentada! Nom que os comentamentos descomentos aqui da sejam grande cousa, grande cousa é a que passa em tanto tempo em que desconectamos!
4. Em realidade, o ano começa em Março e eu começo este falso começo de ano mais arisca antissocial do habitual. Será da idade, da idade dos outros, claro.
5. E as semanas em martes. Nem te cases nem te embarques.
6. O outro dia, já nevou, quando baixava das distantes planícies do aeroporto, no trem, vim umha mulher que eu diria que era modelo, alta, delgada, eram duas em realidade, morena e loira, a morena, digna de quadro de Modigliani.
7. Igual nom era modelo, porque parecia algo mais velha da idade que eu imagino que tenhem as modelos. Iam, isso si, as duas vestidas a lo bohemio-clochard? Será isso que na city chamam trends.
7. A neve é umha merda. Bonita? A bonitura dura-lhe 2 minutos. Está fria, é escorregadia, é incómoda e, sobre tudo, interrompe o curso natural de autobuses e trens. Dura dias e dias e dias.
8. E inda bom foi que desta vez nom se converteu em gelo.
9. Eu nom sei se é por diferentes latitudes espaciais, se se trata de diferentes amplitudes de onda, ou é que a literatura fixo muito mal no mundo e o cinema acabou de montá-la estendendo e estandarizando, visualmente falando, quem sabe, por nom falar da musica, deus santo, da musica! O caso é que falamos distintas línguas. Ninguém me quer consolar e explicar-me que nom, que é social/cultural, de verdade, e que, em realidade, acontece o mesmo quando os pares som XX e XX e XY e XY, que nom me preocupe?
10. Se eu pensava que a neve era má era porque nom tivera o prazer de conhecer a neve a meio derreter...


El dia que me quieras - Instrumental, saxo, nom diz quem é o músico...

[Imagem: Nu vermelho (1917), Modigliani]

6 comentários:

Kaplan disse...

Tén eu odio a neve: sucia, fría, esvaradía, perigosa, etc. Pero somos unha minoría, case clandestina.

condado disse...

Recordo iso de que o ano comeza en Marzo (que memoria!!) pero pode que sexa unha apreciación que dependa do lonxe que estamos do ecuador, non?

La queue bleue disse...

Pois si, Kaplan, si. :) Menos mal que é poucos dias ao ano.

Que memória, Condado! Nom sei se é o equador ou algum ciclo cósmico ou sabe deus! E se passamos umha tempada digamos nalgum país tropical (dos de verdade, os geográficos) para confirmar se é da latitude?

condado disse...

Ta feito.
Mais, no entretanto vaia ver ao cine Bienvenidos al Norte... Por animar

La queue bleue disse...

Feito. Inda que para o caso também nos valeriam paises extremadamente austrais ou boreais ;)
(Tomo nota da peli.)

condado disse...

Estuve en tres "serenatas" y en las tres se cantó esta canción, es casi un himno en mi familia, siempre la canta mi padre.

(de algo tendremos que hablar con tanto calor, no?)&:)