domingo, 14 de janeiro de 2007

Topicando: quem nunca se sentiu assi ou semelhantes?

Se a gente se insinua, é atirada;
Se fica na nossa, está dando uma de difícil.

Se aceita se entregar no início do relacionamento, é mulher fácil;
Se não quer ainda, está fazendo doce.

Se põe limitações no namoro, é autoritária;
Se concorda com o que o namorado diz, é sem opinião.

Se batalha por estudos e profissões, é uma ambiciosa;
Se não está nem aí pra isso, é dondoca.

Se sai mais cedo do trabalho, é folgada;
Se faz hora extra, é gananciosa.

Se chateia-se com alguma atitude dele, é uma mulher mimada;
Se aceita tudo o que ele faz, é submissa.

Se quer ter 4 filhos, é uma louca inconseqüente;
Se só quer ter 1, é uma egoísta que não tem senso maternal.

Se gosta de rock, é uma doida;
Se gosta de música romântica, é brega.

Se adora falar em política e economia, é feminista.
Se não se liga nesses assuntos, é desinformada.

Se usa saia curta, é vulgar.
Se usa saia comprida, é crente.

Se faz cena de ciúme, é uma neurótica;
Se não faz, não sabe defender seu amor.

Se fala mais alto que ele, é uma descontrolada;
Se fala mais baixo, é subserviente.

Nom necessariamente no sentido literal, claro, mas é essa condenada sensaçom...

2 comentários:

kaplan disse...

se cada un atendese ao que lle interesa, todos estaríamos no paraíso

La queue bleue disse...

Nom sei, nom sei...